Dicas para o sucesso no desmame noturno

Hoje vamos ajudá-lo a resolver suas dúvidas sobre o desmame noturno, que geralmente começa em bebês entre 4 e 6 meses de idade.  

Cada criança e cada situação é única. No entanto, se você estiver considerando o desmame noturno, aqui estão algumas dicas para ajudar a tornar o processo o mais bem-sucedido possível. 

No momento em que a mãe decide retirar o bebê do peito, muitas dúvidas surgem. Além do mais, ela pode se deparar com uma série de opiniões externas. 

É importante que as mães se lembrem de que a decisão é dela e apenas dela, e não há uma idade “certa” para o desmame. Pelo contrário, esta é uma decisão pessoal. Da mesma forma, se você estiver se sentindo pronta para desmamar seu bebê durante a noite, aqui você vai encontrar algumas dicas para passar por esse processo de forma segura e sem traumas para você ou para o bebê. 

Quer você amamente seu bebê ou lhe dê uma mamadeira, não há pressa em parar. Com o tempo, seu bebê vai desmamar. No entanto, se você está se sentindo cansada, irritada ou pensa que seu bebê está fisicamente preparado para essa mudança, então é um bom momento para iniciar o desmame noturno. 

Perguntas que surgem sobre o desmame noturno 

A seguir, discutiremos algumas das questões mais comuns que as mães têm sobre o processo de desmame noturno de seus pequeninos. 

1) Como saber se meu bebê está pronto para o desmame noturno? 

Cada bebê é diferente. Se o seu bebê tiver entre 4 e 6 meses, é um bom momento para iniciar o desmame noturno. Por esta altura, a maioria dos bebês recebe calorias suficientes durante o dia para dormir até 5 ou 6 horas seguidas. 

Claro, isso não significa que seu bebê não vai acordar com mais frequência para mamar. Mas isso é mais um produto do hábito do que uma resposta a uma necessidade fisiológica. Seu bebê está acostumado a acordar para se alimentar, então você precisa de tempo para mudar essa parte da rotina dele. 

Além disso, você deve se perguntar se seu bebê está tentando estabelecer um vínculo com você. A amamentação é mais do que apenas nutrição. 

Algumas mães não podem passar muito tempo com seus filhos durante o dia. Assim, seu filho pode estar procurando compensar o tempo perdido e se conectar com você durante a noite. 

Outro motivo pelo qual seu bebê pode acordar com frequência é porque os dentinhos de leite dele ou dela estão começando a nascer.  Ao mesmo tempo, seu bebê pode estar passando por algum outro tipo de desconforto, como um resfriado ou outra mudança de desenvolvimento. 

Por todas estas razões, é vitalmente importante proceder ao desmame do bebê gradualmente, em vez de abruptamente. Este é um momento em que seu bebê precisa de você e precisa se sentir protegido. Além disso, se você tiver dúvidas sérias, não hesite em discuti-las com seu pediatra. 

2) Quais etapas eu preciso fazer? 

Agora vamos sugerir os passos que você deve dar para desmamar seu bebê com sucesso durante a noite. 

  • Tome os sentimentos do seu bebê em consideração. Quando você decide desmamar seu filho ou filha, deve entender que isso pode fazer com que o bebê experimente sentimentos de frustração e medo. Seja respeitoso com os sentimentos da criança e não negue seus próprios sentimentos como mãe. É comum que as mães sintam culpa e alívio ao mesmo tempo. Tente não ser dura consigo mesma. 
  • Analise o momento em que você quer começar o desmame noturno. Se você está passando por uma mudança, esperando outro bebê, ou começando a enviar seu filho para a creche – este pode não ser o melhor momento para começar o desmame. No meio de qualquer momento delicado ou mudança que sua família esteja vivenciando, é melhor não iniciar o processo de desmame. 
  • Seu bebê precisará de mais atenção e carinho para compensar essa ausência. 
  • Ofereça muita comida e líquidos.  Quando seu bebê acordar querendo mamar, ofereça colo e certifique-se de que ele não esteja com sede, principalmente em dias muito quentes. 
  • Coloque o bebê em sua própria cama ou berço. A emoção de se sentir mais crescido, ou de dormir com um irmão ou em uma sala diferente pode facilitar o processo. No entanto, seu filho não deve ver isso como uma obrigação, e você não deve forçar se houver resistência. 
amamentacao
  • Envolva seu parceiro no processo de desmame. O processo tende a ser muito mais eficaz quando os pais entendem o que essa mudança implica para seus bebês. Os pais devem intervir para consolar seus bebês quando estão chateados, oferecendo distrações, afeto e apoio. 
  • Recue ou pare, se necessário. É importante ser flexível e disposta a fazer ajustes se as coisas não estiverem funcionando. Mesmo se você tiver certeza sobre sua decisão, sempre pode dar um passo para trás e esperar um pouco mais se for necessário. 

Muitos especialistas deram sua opinião sobre esse assunto.  

  • A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda a amamentação exclusiva durante os primeiros seis meses de vida do bebê. Além disso, eles recomendam que a amamentação continue – junto com uma dieta complementar – até que as crianças tenham pelo menos dois anos de idade. 
  • Pediatras abordam a questão de que acordar desnecessariamente várias vezes durante a noite pode levar a distúrbios do sono. Se uma criança acorda várias vezes para comer ou devido a problemas digestivos, isso pode criar um ciclo vicioso de querer comer ainda mais. 

Em conclusão, estas são simplesmente sugestões e opiniões. Como qualquer outra decisão parental, a decisão de quando e se desmamar seu bebê à noite é sua e somente sua. Faça o que você acredita que é melhor para você e seu bebê. 

Saiba sobre os 6 Tipos de Choro de Bebê

Conte aqui nos comentários como foi ou está sendo essa experiência para você.

Comentários