Tendência no mercado de panificação: pães rústicos de fermentação natural

Sharing is caring!

Os pães rústicos ganharam o coração de muita gente e também já têm espaço garantido nas padarias. Para quem ainda não experimentou esse pão ou não sabe exatamente do que se trata, é importante conhecer essa variedade porque ela apresenta uma durabilidade bem maior e é excelente para a saúde.

Na verdade, o pão rústico nada mais é do que um pão feito com processo de fermentação natural. 

Veja o que é fermentação natural nesse post. 

Isso significa que esse pão não utilizou fermento industrializado e sim uma mistura de farinha e água que ficou fermentando por uma semana, aproximadamente. 

Essa mistura serve para alimentar micro-organismos que, na realidade, são os responsáveis pela fermentação natural. Basta manter essa mistura refrigerada e adicionar mais farinha e água periodicamente: depois, essas massas são adicionadas às de pães rústicos para que estas cresçam.

As tendências para 2020 na panificação

Quem trabalha na parte de panificação já fica de olho nas tendências para 2020 e os pães rústicos, preparados com fermentação natural, estão nessa lista. Sem dúvida, cada vez mais clientes consumirão esse tipo de pão, fazendo com que ele precise de destaque nas padarias.

Porém, o setor de panificação tem ainda mais tendências para 2020, como a criação de lanches. Em vez de os profissionais só venderem os pães rústicos, preparar sanduíches com eles é uma excelente sacada, principalmente se forem sanduíches saudáveis. 

Outra tendência de panificação em 2020 é utilizar as massas de alta hidratação, ou seja, as que são muito mais úmidas que as massas tradicionais. 

Pães rústicos

Os pães rústicos feitos de fermentação natural são muito práticos porque eles podem ser guardados por mais dias que os pães comuns. Isso é ótimo para quem mora sozinho ou para quem compra em muita quantidade: dá tempo de consumir todo o pão sem se preocupar tanto com a validade.

Além disso, os pães rústicos têm uma bela aparência: a sua casca exterior mais escura e a sua massa mais grossa fazem com que ele seja muito bonito para enfeitar as mesas, além de ser uma delícia de saborear. 

Mesmo que a sua massa seja um pouco mais grossa, ele não é um pão indigesto. Pelo contrário: as massas que são fermentadas naturalmente são bem mais fáceis de o organismo digerir. Uma ótima forma de degustar os pães rústicos é como acompanhamento de sopas e de caldos.

Farinhas orgânicas

As farinhas são elementos fundamentais para fazer os pães de fermentação natural e a sua versão orgânica também está dentre as tendências para o próximo ano. Na verdade, as farinhas orgânicas já são usadas na culinária há um tempo, mas o gosto por elas e o conhecimento sobre as suas vantagens estão se expandindo mais e mais.

Essas são farinhas com uma quantidade muito mais elevada de ferro e de fibras; na verdade, esses nutrientes são naturalmente presentes no trigo, mas desperdiçados no processo industrial. Com a farinha orgânica, eles são preservados e, claro, a sua ingestão é ótima para o organismo. 

Comentários
shares