Qual a importância da preservação ambiental

Atualmente, a preservação ambiental é um tema frequentemente discutido, mas nem todos sabem, de fato, o que isso significa. Sendo assim, é de extrema importância entender por que preservar o meio ambiente.

Visto que, essa preservação se torna primordial no que se refere à manutenção da saúde do nosso planeta, bem como dos seres vivos que aqui vivem.

Por isso, hoje trouxemos alguns questionamentos que servem para a sua reflexão sobre a preservação do meio ambiente.

Tais como os motivos para essa preservação, se você está consciente com as suas ações e a sua importância.

Antes que possamos saber a importância da preservação ambiental, é preciso entender o que é o meio ambiente em si. Então, podemos dizer que ele é o lugar onde vivem os seres vivos e interagem de maneira que a vida na terra se desenvolva.

Podemos afirmar que o meio ambiente reúne todos os elementos relacionados com a vida e manutenção da terra, seja eles seres vivos ou outros componentes não vivos, mas que de alguma maneira contribui para a troca e o desenvolvimento do meio.

Portanto, podemos dizer que é tudo aquilo que compõem a natureza, seja a vegetação, a água, os animais, os seres humanos, o solo, clima, e outros componentes.

A partir desse entendimento geral, podemos também distinguir alguns termos que irão nos nortear sobre a importância da preservação ambiental. Dessa forma, precisamos entender a diferença entre a preservação e a conservação para que assim possamos entender a importância da primeira.

A conservação nada mais é que poder utilizar os recursos da natureza de maneira inteligente e racional, sem que tenha prejuízos para o meio ambiente. Ela visa o desenvolvimento sustentável, de maneira que possa garantir que as gerações futuras também possam usufruir dos recursos naturais.

Mas, afinal, o que é a preservação do meio ambiente?

A preservação do meio ambiente é o conjunto de atitudes que tem como objetivo a proteção da natureza.

Essa proteção se refere às ações que podem provocar quaisquer tipos de danos ao meio ambiente.

Conforme o nosso modelo econômico atual, e com base nos altos níveis de consumo, nós causamos muitos prejuízos à natureza.

Dessa maneira, acabamos prejudicando a fauna e flora do planeta, o que desequilibra o meio ambiente de forma irreversível.

Nesse cenário que surge a expressão e a prática da preservação do meio ambiente.

Inclusive, ressalte-se que, por diversas vezes, a preservação é confundida com a conservação ambiental.

No entanto, as duas ideologias apresentam ideias distintas na ecologia.

Por que preservar o meio ambiente?

De acordo com o artigo 225 da nossa Constituição Federal, vemos que o meio ambiente é um “bem de uso comum do povo e primordial para a qualidade de vida”.

Além disso, o dever de defender e preservar o meio ambiente é do Poder Público e da coletividade, a fim de mantê-lo para futuras gerações.

Conclui-se, então, que a preservação do meio ambiente também é um encargo com previsão legal.

Assim, podemos manter a saúde do nosso planeta e celebrar o esforço na proteção dos recursos naturais.

Destaque-se que os seres humanos só podem sobreviver a partir da existência da natureza.

Até porque, utilizamos as plantas e os animais para a nossa alimentação, mas não só isso.

Quase todas as nossas ações diárias são originárias do meio ambiente, por isso, precisamos preservar a natureza.

O que distingue a preservação da conservação ambiental?

Como foi dito anteriormente, a preservação e a conservação ambiental são constantemente confundidas, embora tenham ideologias diferentes.

Dessa forma, é interessante entender as suas distinções para adotar a postura adequada.

As duas correntes ideológicas apresentam como intuito buscar pelas melhores atitudes para o nosso meio ambiente.

No entanto, enquanto uma visa a manutenção, a outra aplica atitudes para o desenvolvimento sustentável.

Preservação ambiental

O termo “preservação” surgiu em decorrência de uma corrente ideológica conhecida como preservacionismo.

Essa ideia aborda sobre a proteção da natureza, seja qual for o seu valor econômico ou até mesmo utilitário.

Nesse cenário, o ser humano é o causador principal da quebra do equilíbrio natural.

Com ideias protetores, a preservação propõe que sejam criados santuários intocáveis.

Isso sem qualquer interferência relativa ao avanço do progresso, bem como a sua degradação.

No geral, as atitudes que ferem a preservação ambiental serão explorar, pesquisar, tocar ou consumir.

Conservação ambiental

Por outro lado, a conservação ambiental lida com a natureza de maneira menos rígida.

Inclusive, a ideologia “libera” a exploração dos recursos naturais, desde que seja de forma adequada e equilibrada.

Lidando com a natureza, então, com consciência e de forma “leve”.

Com isso, a conservação ambiental traz como defesa o desenvolvimento sustentável.

Somente dessa forma, é possível garantir qualidade de vida, tanto para o presente como para futuras gerações.

A prioridade na conservação ambiental é o uso racional de recursos que são renováveis.

Isso causa um menor impacto e agressão ao ambiente que está sendo explorado.

O que é possível fazer a fim de preservar o meio ambiente?

Sabemos que para preservar o meio ambiente pode não ser uma tarefa tão simples assim.

Até porque, estamos acostumados com um certo estilo de vida, que consome muito da natureza, sem limites.

No entanto, essa prática é necessária, e por isso vamos conferir algumas atitudes que podem te ajudar.

Aplicação de leis ambientais

Hoje em dia já existem muitas legislações específicas que versam sobre os cuidados com o meio ambiente.

Por isso, respeite as leis ambientais, afinal, elas determinam quais são as áreas de proteção ambiental, bem como os períodos de pesca, por exemplo.

Jogar o lixo no lixo

O lixo deve ser jogado no lixo, caso contrário, isso pode causar muitos danos à natureza.

Além de deixar a cidade suja, o lixo pode acumular nos bueiros e nos esgotos.

Consequentemente, na época de chuva, isso eleva o risco de enchentes.

Separar o seu lixo

Fazer a separação do lixo pode ser muito eficaz para o meio ambiente.

Tendo em vista que esses materiais podem ser reciclados da forma adequada, tornando-se matéria-prima de outros produtos.

Procure entender melhor sobre os tipos de lixo reciclável e aplique isso no seu dia a dia.

Esse conteúdo foi desenvolvido em parceria com a Horizonte Ambiental. Empresa focada em consultoria ambiental para ajudar empresas a se tornarem mais sustentáveis.

Comentários