5 DICAS PARA UMA GESTÃO DE PESSOAS MAIS HUMANA E ESTRATÉGICA

O principal desafio da gestão de pessoas é acompanhar as mudanças constantes que o ambiente de trabalho tem passado ao longo dos anos.  

Uma das mudanças mais evidentes é evolução da mão de obra, que se torna a cada dia, mais especializada e preparada.

Com a busca dos profissionais, por melhores posições no mercado de trabalho e realizações pessoais, a relação de trabalho entre os colaboradores e a empresa tem se transformado muito.

Desse modo, os gestores passaram a dar real importância ao capital humano.

Por meio de contratações feitas corretamente e quando a empresa consegue manter a motivação dos seus profissionais.

Fique conosco!

Como investir na gestão de pessoas na sua empresa?

A gestão de pessoas está diretamente relacionada ao rendimento e produtividades de seus funcionários.

De tal forma que uma gestão de pessoas eficiente resulta em importantes aspectos para a empresa, tais como:

  • A elaboração do planejamento estratégico;
  •  Cumprimento das metas estabelecidas;
  • Maior rendimento e produtividade dos colaboradores;
  • Melhora da imagem externa da empresa.

A humanização nos processos de gestão de pessoas, faz com que os profissionais trabalhem mais engajados e felizes, tornando-se excelentes promotores da sua empresa no ambiente externo.

Os cinco fundamentos da gestão de pessoas

Seguindo esses 5 princípios com certeza você terá uma boa gestão de pessoas, então, fique atento:

Motivação

De acordos com os 5 pilares da gestão de pessoas, é bem provável que a motivação seja um dos mais importantes e poderá dar um melhor direcionamento para os demais.

Com isso, o profissional atua com maior engajamento e comprometimento, tendo como resultado o sucesso na execução de suas tarefas.  

Nesse sentido, a gestão de pessoas deve identificar o perfil de cada colaborador, a fim de descobrir o que o mantém motivado, que pode ser por meio de:

  • Retorno financeiro, com melhores salários e benefícios;
  •  Princípios pessoais que sejam compatíveis com os da organização;
  •  Crescimento pessoal e profissional viabilizado por um plano de carreira.

Comunicação

Uma empresa que tem como foco uma gestão de pessoas humanizada, não deve jamais impor obstáculos hierárquicos que dificultam a comunicação dos funcionários com seus gestores.

Para que haja maior fluidez na realização das atividades, não deve haver motivos para que o colaborador se sinta intimidado para ter um diálogo com seus superiores.

Uma boa opção para melhorar essa questão é adotar softwares para esse fim, promovendo maior agilidade nas respostas, o que garante tomadas de decisões mais assertivas.

Trabalho em equipe

Um dos fatores determinantes para avaliar que algo não vai bem é o baixo rendimento das equipes nos resultados das metas estipuladas.

Assim sendo, a gestão de pessoas deve investigar quais problemas levaram a esses resultados e buscar revertê-los.

Isso pode ser feito por exemplo, com a aplicação de feedbacks, em que os colaboradores poderão dar suas opiniões e sugestões para possíveis melhorias.

Participar de momentos de descontração com seus colaboradores fora do ambiente de trabalho, em um happy hour, por exemplo, é uma boa oportunidade de estreitar os laços com eles.

Habilidades e competências

Durante o processo de recrutamento, faça uma avaliação criteriosa dos candidatos para que possam confirmar se as competências e habilidades desejadas sejam apresentadas pelo pretendente à vaga.

Como o crescimento do mercado acontece de maneira bastante rápida, é de extrema importância a construção de um ambiente que esteja em constante busca por novos conhecimentos.

Capacitação e crescimento

Oferecer aos colaboradores a oportunidade de crescer pessoal e profissionalmente é um grande diferencial perante aos concorrentes.

Visto que, ter em sua equipe profissionais inovadores aumentará as chances da empresa de alavancar seus negócios. 

Reservar um cash mensal para o investimento de cursos e treinamentos para seus colaboradores, com certeza trará como retorno maio entrega e eficiência na execução de suas funções.

Por fim, a gestão de pessoas deve fazer constantes avaliações para ter uma boa visão de quais cursos devem ser ofertados para cada colaborador.

Conclusão

Já faz algum tempo que a gestão de pessoas entendeu que garantir um bom salário não é garantia de manter um bom profissional na empresa.

Isso porque, existem qualidades que tem ganhado maior importância para uma melhor qualidade de vida e preservação da sanidade mental dos colaboradores.

Por isso, não se assuste se um funcionário pedir o desligamento de uma empresa para ganhar 15% menos na concorrência.

Sendo assim, se a sua empresa pretende atuar de maneira humanizada, a melhor opção é investir na gestão de pessoas.

Comentários